UNIMED ASSIS

  • Unimed Assis - SedeAvenida Walter Antonio Fontana, 1997 - Vila Cláudia Assis/SP
    Fone: (18) 3302-3000
    Fax: (18) 3302-3002
  • Unimed Assis - ComercialAvenida Walter Antonio Fontana, 1997 - Vila Cláudia Assis/SP
    Fone: (18) 3302 3024
  • Unimed Assis - Atenção à SaúdeAvenida Walter Antonio Fontana, 1997 - Vila Cláudia Assis/SP
    Fone: (18) 3302-3000
A Unimed Assis disponibiliza um canal de comunicação com seus beneficiários para esclarecer dúvidas, ouvir reclamações, sugestões e solicitações. Contate nosso SAC - Serviço de Atendimento ao Cliente pelo telefone 0800 770 6855, ou se preferir, preencha os formulários que estão disponíveis na sede da Unimed de Assis, em nossos postos atendimentos ou pelo Fale Conosco no site.

Unimed Assis promove palestra de Educação em Saúde

Na noite desta quinta-feira, 21 de novembro, a Unimed Assis por meio do setor de Medicina Preventiva promoveu uma palestra de Educação em Saúde com o tema Gravidez na Adolescência e Prevenção a IST’s – Infecções Sexualmente Transmissíveis com o médico Carlos Izaías Sartorão Filho.

A palestra teve a participação de 400 jovens de escolas públicas, particulares, curso técnicos e universitários, onde esclareceram dúvidas, conheceram novos métodos contraceptivos e de prevenção às IST’s.

De acordo com a enfermeira da Unimed, Liga Beluci Totti o objetivo é conscientizar, principalmente, os jovens sobre atitudes que podem prevenir essas contaminações e a gravidez não planejada. “Sabemos que muitos jovens hoje em dia estão se infectando com IST`s e tornando-se pais precocemente. A prevenção é sempre o melhor caminho e o preservativo durante as relações sexuais evita as contaminações e preserva a juventude de nossos jovens”.

O médico Sartorão explica que a nomenclatura DST mudou para IST devido ao paciente apenas contrair a infecção e não desenvolver a doença, como por exemplo, HIV em que existe o vírus no organismo, mas não desenvolve os sintomas da doença. Segundo ele, as principais infecções transmitidas via relação sexual sem proteção são o HPV, Clamídia, Gonorréia, Sifilis e Hepatite. “Quase todas são contraídas por falta de orientação. Existem vacinas que previnem algumas delas como HPV e Hepatite, por exemplo”.

Durante a palestra ele demonstrou um estudo feito em Assis em que houve pouca melhora em casos de gravidez na adolescência nos últimos 10 anos que engloba a faixa etária de 15 a 18 anos e que a cada ano os adolescentes estão iniciando a vida sexual mais cedo. “No Brasil, temos 80 gestações a cada 100 mil habitantes por ano, sendo que, a OMS divulgou que em países desenvolvidos esta realidade é de 20 casos para cada 100 mil habitantes. Por isso, é importante disseminar informação para que haja conscientização”.